Skip to main content
Analista de departamento pessoal: 5 habilidades básicas

5 habilidades necessárias para trabalhar como analista de departamento pessoal

O analista de departamento pessoal é um profissional estratégico nas empresas. Afinal, ele trabalha diretamente no Departamento Pessoal e, indiretamente, com o setor de Recursos Humanos. 

Além dos conhecimentos técnicos que precisam sempre estar atualizados (afinal, lida-se diariamente com a burocracia), é preciso desenvolver habilidades comportamentais para que o trabalho seja bem-sucedido.

Mas quais habilidades são essas? É o que você vai descobrir no artigo. Continue a leitura! 

Quais as funções de um analista de departamento pessoal?

Antes de falarmos especificamente sobre as habilidades esperadas de um analista de departamento pessoal, vamos relembrar rapidamente quais são suas funções na empresa.

As principais atividades desse profissional consistem em:

  • supervisionar as atividades do Departamento Pessoal; 
  • conduzir todos os procedimentos burocráticos de folha de pagamento, admissão, demissão, férias, etc.;
  • controlar e analisar a folha de ponto de cada colaborador;
  • ser o representante da empresa em casos de ações na Justiça do Trabalho;
  • enviar os dados mensais da folha de pagamento ao contador da empresa;
  • atualizar-se em relação a mudanças nas leis tributárias, trabalhistas e convenções coletivas;
  • garantir que todos os processos da empresa estejam dentro da legislação trabalhista, e, ainda, relacionar-se com os sindicatos;
  • incluir e manter os dados atualizados no RAIS, CAGED, GRRF e DIRF;
  • atender aos colaboradores internos. 

É uma rotina bem burocrática e, por isso, fundamental para as empresas, não acha? Pois para garantir que tudo isso funcione na mais perfeita harmonia, é preciso que o analista de departamento pessoal tenha algumas habilidades importantes.

É o que veremos a seguir!

Leia também: Soft skill e hard skill: como saber identificar essas técnicas na contratação de novos funcionários.

Quais as habilidades necessárias para o cargo de analista de departamento pessoal?

A gente ouve muito falar em habilidades – mas você sabe o que, de fato, esse termo significa?

Em relação a uma carreira profissional, habilidade é o conjunto de capacidades que o profissional tem para realizar bem a sua função. Ela, portanto, pode ser desenvolvida e aprimorada ao longo do tempo e da rotina.

A seguir, confira 5 habilidades importantes para você se destacar como analista de departamento pessoal:

1. Ser detalhista e organizado

É fundamental que o analista de departamento pessoal tenha atenção aos detalhes técnicos, burocráticos e operacionais. Afinal, alguns erros podem comprometer a situação da empresa em relação às leis trabalhistas.

Por isso, além dessa habilidade, é importante que o profissional também seja bastante organizado com datas, procedimentos e dados a serem coletados, tratados e enviados aos órgãos competentes. 

2. Saber trabalhar em equipe

O analista de departamento pessoal não trabalha sozinho. Ele depende de outros setores e profissionais para que seu trabalho tenha bons resultados – como o Recursos Humanos, a Contabilidade, o Jurídico, as gerências, etc.

O trabalho em equipe também é fundamental para que o profissional ajude a manter o bom clima organizacional e o engajamento dos colaboradores. Aliás, não se esqueça que o analista de departamento pessoal também dá feedbacks aos funcionários e, portanto, precisa saber manter um bom relacionamento com todos.  

3. Saber se comunicar de forma eficaz

O analista de departamento pessoal não vai ficar apenas em sua mesa analisando e preenchendo dados em planilhas e sistemas. Ele vai interagir com os colaboradores.

Em sua rotina de trabalho, o profissional precisa repassar informações aos funcionários e esclarecer dúvidas que surgirem.

A comunicação sem ruídos é essencial, pois o analista também é um representante da empresa, tanto de forma interna quanto externa – ele pode precisar representar a empresa em processos trabalhistas, por exemplo. 

4. Desenvolver o autoconhecimento

Essa habilidade pode parecer algo muito abstrato, já que o analista de DP mexe muito com burocracia. 

Porém, o autoconhecimento – ou seja, a capacidade de se conhecer, de analisar seus pontos positivos e negativos – ajuda muito na hora de lidar com as situações da rotina empresarial, incluindo imprevistos.

O profissional que desenvolve o autoconhecimento também desenvolve outras habilidades, como inteligência emocional, a capacidade de tomar decisões mais assertivas e saber como lidar com diferentes perfis de colaboradores.  

5. Se manter sempre atualizado

Um bom analista de departamento pessoal não espera alguém dizer que ele precisa se especializar e se atualizar em relação ao seu trabalho. Ele também está atento às mudanças e mantém a empresa em dia com elas.

Portanto, a habilidade de estudar e se atualizar é fundamental nesta profissão. A cada dia surgem novas tecnologias, novos procedimentos, novas leis e tudo isso impacta diretamente na sustentabilidade da empresa. 

Mas, daí surge a dúvida: 

Onde se capacitar para ser analista de departamento pessoal?

A habilidade de se manter atualizado e capacitado também diz respeito a escolher bem os cursos e as instituições de ensino.

Por isso, aqui vai a nossa dica de ouro: a Meta Cursos tem uma formação específica para Analista de Departamento Pessoal.

Nele, você aprende a dominar todas as rotinas, regras, procedimentos e cálculos do Departamento Pessoal – tudo por videoconferência, em um treinamento dividido em 5 módulos com 60 horas de conteúdo ao vivo com professores renomados e especialistas na área. 

Quer saber mais? Então acesse a página da nossa Formação de Analista de Departamento Pessoal e faça agora mesmo a sua inscrição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.